Matérias

Por que é importante você saber quais os primeiros sintomas de depressão?

Principalmente para ficar atento e buscar ajuda o quanto antes, pois existem alguns sinais de indicadores de depressão que começam geralmente de 3 a 6 semanas antes de se transformar em depressão real.

A depressão é uma doença que impacta fortemente a qualidade de vida da pessoa, e a questão é saber se existem sintomas precursores da depressão e assim, medidas podem ser tomadas.

E é exatamente isso que você vai ver aqui!

Quais os primeiros sintomas de depressão?

Separamos aqui 9 sintomas anunciadores da depressão, e caso perceba alguns deles, busque ajuda o mais breve possível:

  • Insônia: seja acordar muito cedo, ter um sono muito fragmentado ou até dormir demais;
  • Sentimento de tristeza ou vazio praticamente todos os dias;
  • Irritabilidade;
  • Desinteresse e falta de prazer por coisas que gostava de fazer; 
  • Baixa de libido: falta de desejo sexual;
  • Transtornos alimentares, como falta de apetite ou comer compulsivamente;
  • Dificuldade de concentração e atenção;
  • Perda de energia, como uma fadiga excessiva;
  • Em casos mais graves, a presença de ideias suicidas e de morte.

A depressão é caracterizada por um conjunto de sintomas e não por um sinal isolado, e apenas um profissional capacitado pode dar o diagnóstico mais preciso.

Vale lembrar também que a depressão pode durar semanas, meses ou até anos. Por isso, a importância de uma intervenção o mais rápido possível.

É frequente pessoas que estão passando por tratamento para dependência química, apresentarem esses sintomas, muito em razão pela falta da droga.

Depressão ou estado deprimido?

É muito normal as pessoas confundirem depressão com estado deprimido. Se os primeiros sintomas de depressão possam ser às vezes semelhantes, como problemas de sono e desmotivação, a duração representa um bom indicador.

Muitas pessoas passam por um estado deprimido uma vez ou outra na vida, como a morte de um ente querido, a perda de emprego ou alguma mudança repentina e inesperada.

Embora até possa durar muitas semanas, isso não é necessariamente uma depressão, mas uma fase deprimida que vai desaparecer espontaneamente. 

No entanto, o que vemos ao longo de um tratamento para alcoolismo, por exemplo, é algo que acontece praticamente o tempo todo ou pelo menos durante duas semanas consecutivas.

Isso causa dificuldades importantes na vida afetiva, social ou profissional.

E ao reconhecer esses sinais, quem está por perto pode ajudar quem sofre de depressão.

Quais são as causas da depressão?

Na verdade, não existe uma causa única, mas muitas associadas umas com as outras. Por isso é importante estar atento aos primeiros sintomas da depressão.

Além disso, causas biológicas, diferentes fatores psicológicos, sociais e ambientais podem participar como um gatilho para a depressão.

Em uma clínica de recuperação, por exemplo, são avaliados todos esses fatores, e a partir daí, indicado o tratamento mais adequado.

Muitos estudos ainda estão sendo feitos para descobrir as verdadeiras causas da depressão, inclusive a hereditariedade.

Por exemplo, uma pessoa onde algum de seus pais tem depressão, tem muito mais chance de desenvolver um transtorno depressivo.

Felizmente, os tratamentos têm ótimos resultados, e geralmente englobam uso de medicamentos e terapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *